Pular para o conteúdo principal

. Voltar .

Os lábios desgrudaram,
O sorriso veio como um foguete,
Pousando em meu rosto,
Dizendo a hora de ser feliz.
Mais uma vez sorrio
Para parar de ver o mundo passar
E começar a fazer parte dele,
Novamente.
A calmaria do viver
Me traz a vontade do alvoroço,
Cantando para ver o mundo
Feliz.
Agora só tenho a dizer
Que a gente nunca sabe de quem vai gostar.
E venham muitos amores,
Porque assim quero continuar,
Amar, amar, amar.
Sorrir,
Ser feliz.
Brincar de conquistar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

D's

Dos viados adultos. Dos túneis, das pontes. As pontes aéreas.
Do carro, da carroça, a aeronave.  Do mar, o cerrado.
Da cor a cura. Da sombra a loucura. A paz, de neve, da pá na terra.
A sorte do dragão, do leão ao colchão, o tesão.  Do amor o riso.
Da graça sem graça. O bobo palhaço. De cara amassada. A vida armada, arreganhada, atropelada, arregaçada.
Furada.

. ♥ .

Um coração apaixonado
por ti sofre em um abraço,
sem sonhos e inconsolável volta ao eterno descanso,
ele diz: -Aqui é o meu lugar, pois, longe não posso amar.

. Lembre .

Não se esqueça Quando beijá-la, O seu verdadeiro amor Não estará nos braços De quem lhe alcança, Mas sim Na lágrima da lembrança Daquela que não és capaz de tocar.